SANTA CRUZ CABRÁLIA – BAHIA
 

 
 

COSTA DO DESCOBRIMENTO



                                            foto: Marcelo Miranda


        Foi exatamente em Coroa Vermelha que os portugueses desembarcaram, colocaram o marco do descobrimento e celebraram a Primeira Missa em 26 de Abril de 1500, onde todos os anos é comemorada esta data. Mas a cidade não é só destino dessa atração única:

Santa Cruz Cabrália possui um sítio histórico que conta o início da nossa civilização com a chegada de Pedro Álvares Cabral, as belezas naturais encontradas aqui são inúmeras além do povo alegre e hospitaleiro que muito se orgulha da sua cultura.
A cidade tem duas APAs (Área de Preservação Ambiental): APA DE SANTO ANTONIO E APA DA COROA VERMELHA

COROA VERMELHA:
      Logo na chegada encontramos o Memorial da Primeira Missa realizada no Brasil.
     No local da Primeira Missa temos a Cruz Latina da Coroa Vermelha, obra do artista plástico Mário Cravo Junior.
Imperdível visitar o Centro de Artesanato e o Museu Indígena, onde poderemos conhecer a cultura, arte e dança dos índios Pataxó.
A praia da Coroa Vermelha, de águas tranqüilas, além de uma beleza singular, é muito procurada por aqueles que têm crianças. Lá encontramos várias cabanas onde funcionam restaurantes que servem comida típica de todas as regiões brasileiras.

PRAIA DO MUTARY:
    
Na foz rio Mutary, foi celebrada a segunda Missa e onde Cabral abasteceu de água as naus.
Nesse local temos a Casa Cabral de Belmonte, uma réplica estilizada do Castelo de Belmonte, Portugal, onde se encontra uma exposição permanente da história do Descobrimento.

PRAIA DOS LENÇÓIS:
    
Ideal para caminhadas em maré baixa e pesca esportiva.

PRAIA DO ARAKAKAÍ:
     
Praia procurada por surfistas e onde se realizam campeonatos de surf. Nesse mesmo local, há o espaço conhecido como Praça do Coração, com palco fixo, quadras esportivas e um Espaço Ecumênico. Eventos culturais, artísticos e esportivos são realizados com freqüência nessa praça.
     Cabanas de praia e quiosques agitam com muita música visitantes e moradores à noite.

CENTRO HISTÓRICO:
      
O local é tombado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e faz parte do Museu Aberto do Descobrimento, foi fundado no alto de um platô , de onde se aprecia uma vista deslumbrante do Rio João de Tiba e da Baía de Cabrália.
     Na Praça da Matriz poderemos visitar a Igreja Nossa Senhora da Conceição, erguida em 1630 e reconstruída no inicio do século 17 e a Casa de Câmara e Cadeia, edificação do século 18, onde funcionava a administração da antiga Vila de Santa Cruz e hoje está aberta à visitação onde estão expostos objetos pré-coloniais e coloniais encontrados nas escavações do Sítio Arqueológico, também no Centro Histórico, assim como as ruínas Jesuítas, que seria o local do primeiro colégio Jesuíta no Brasil, ao lado da Igreja.

PORTO DE CABRÁLIA:
     
O local é de uma beleza bucólica, de onde partem as embarcações para passeios pelo Rio João de Tiba e para o Parque Marinho da Coroa Alta.

DO OUTRO LADO DO RIO JOÃO DE TIBA:
      
De balsa a travessia é uma atração à parte, em apenas 15 minutos chegamos ao Povoado de Santo André, mas vale apreciar os manguezais no trajeto.

POVOADO DE SANTO ANDRÉ:
     
Povoado tranqüilo e de beleza bucólica, onde encontramos uma praia tranqüila, esportes náuticos, pousadas charmosas, resort, restaurantes, artistas plásticos e artesãos. A vista da Foz do Rio João Tiba é deslumbrante.

POVOADO DE SANTO ANTÔNIO:
      
Ali está erguida a maior estatua do mundo do Santo Antônio, tendo ao lado uma linda capela e o poço dos desejos, onde se joga uma moeda e faz-se um pedido. A praia de Santo Antônio, conhecida como a Praia das Bobocas, é rodeada de coqueirais, manguezais e Mata Atlântica, oferecendo uma paisagem incomum do encontro das águas do Rio Santo Antonio e o mar, que pode ser avistada do local da estátua .

POVOADO DO GUAIÚ:
      
Povoado tranqüilo e com uma praia lindíssima, quase virgem, lá encontramos o restaurante da Maria Nilza que recebe a todos com a beleza e simpatia típica do povo baiano, encanta a todos os visitantes com a sua hospitalidade e alegria.

PARQUE MARINHO DA COROA ALTA:
     
Partindo do porto de Santa Cruz Cabrália a bordo de uma escuna, navega-se pelo Rio João de Tiba margeando os manguezais até a foz do rio saindo para o mar. Durante o passeio têm-se um visual deslumbrante das praias do charmoso Povoado de Santo André. Após 45 minutos de navegação chegamos ao Parque Marinho da Coroa Alta que é formado por recifes e resíduos de corais. Na maré baixa formam-se piscinas naturais com várias espécies de peixes e crustáceos. O lugar é excelente para mergulhos.
Como se vê, não foi por acaso que o Brasil nasceu aqui!

 

 

   Texto:  Amale Chaim